5 dúvidas sobre o clareamento de dentes

4 minutos para ler

Um sorriso bonito aumenta a autoestima, melhora a convivência social e ainda serve de estímulo para cuidar ainda mais da saúde bucal. E é por isso que o clareamento de dentes vem sendo um dos procedimentos odontológicos estéticos mais procurados — e, consequentemente, que gera muitas dúvidas.

Para ajudar você, no post de hoje, esclarecemos as cinco principais dúvidas sobre esse processo estético tão pedido pelos pacientes. Vamos lá?

Os dentes ficam mais sensíveis durante o processo?

Durante o processo do clareamento de dentes, pode haver uma hipersensibilidade em diferentes níveis — mas isso varia de acordo com cada paciente. Vale ressaltar que esse problema é tranquilamente solucionado pelo profissional responsável e que, com alguns produtos, a hipersensibilidade é controlada.

O efeito é perfeitamente comum; mesmo assim, a maioria das pessoas não se queixa de hipersensibilidade. Mas, para os que sofrem com ela durante o processo de clareamento, há muitas alternativas para tratar o efeito indesejado! Quando o tratamento acaba, a hipersensibilidade cessa e os dentes retomam sua normalidade.

Quais alimentos devem ser evitados para não atrapalhar o processo?

Durante o tratamento do clareamento de dentes, alguns alimentos devem ser evitados para não comprometer o resultado final. Alimentos com corantes, além de bebidas como café ou chá preto, devem passar longe enquanto o processo está sendo realizado!

Além disso, o tabaco também pode prejudicar o resultado. O ideal é ficar longe dessas bebidas e alimentos, pois eles escurecem os dentes.

Quanto tempo dura o clareamento de dentes?

A durabilidade do clareamento depende dos cuidados dentários que cada pessoa tem. Hábitos alimentares, higiene e assiduidade são alguns dos fatores que determinam a duração. Pacientes que consomem muito café e bebidas à base de cola, como refrigerantes, têm de repetir o procedimento uma vez por ano para se manter — como mencionamos, esses alimentos escurecem os dentes.

Quem não tem o hábito de consumir essas bebidas ou de fumar pode repetir o tratamento a cada dois ou três anos. Vale deixar claro que, quando os dentes clareados escurecem, eles nunca mais voltam à cor original!

Qualquer pessoa pode passar por um clareamento de dentes?

Sim! O clareamento de dentes pode ser realizado para clarear todos os dentes sadios, sem nenhuma restauração em resina composta, ou dentes com pequenas restaurações estéticas em resina composta.

Entretanto, os géis clareadores não exercem nenhum efeito sobre porcelanas e resinas. As contraindicações para o clareamento são pacientes com doenças gengivais, cáries, outras patologias bucais e gestantes.

O clareamento de dentes pode ser prejudicial à saúde bucal?

O procedimento não altera a integridade dos dentes, e não os torna mais fracos, frágeis ou suscetíveis às cáries. É comum que, no início do clareamento, haja uma pequena perda de conteúdo mineral do esmalte do dente — mas eles são repostos naturalmente pela própria ação da saliva. Mesmo assim, antes de iniciar um tratamento de clareamento dos dentes, é recomendada a orientação médica para que seja cada paciente seja observado e orientado de acordo com suas particularidades.

Ter dentes mais brancos e brilhantes é algo desejado por todas as pessoas — e, para alcançar esse sonho, o clareamento de dentes é a melhor opção! Trata-se de um método simples, praticamente sem efeitos colaterais e com resultados extremamente satisfatórios. Consulte um profissional e verifique o clareamento ideal para você!

E então, gostou de saber mais sobre o clareamento de dentes? Para mais artigos sobre saúde e estética bucal e, assine nossa newsletter e acompanhe todo o nosso conteúdo!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário