A principal recomendação dos dentistas é a realização de uma higiene bucal adequada. Isso porque os resíduos de alimentos formam a placa bacteriana, e os micro-organismos presentes nela desencadeiam consequências como os abcessos dentários.

Essa condição pode se tornar muito grave e, se não for devidamente tratada, afeta todo o organismo, provocando muitos sintomas e exigindo até atendimento hospitalar. Desse modo, é fundamental ter conhecimento sobre o problema, saber identificá-lo e buscar rapidamente um tratamento.

Por esse motivo, preparamos este post com as principais informações sobre o assunto. Então, continue a leitura!

O que são abscessos dentários?

A grande maioria dos problemas bucais acontece por causa da atuação de bactérias agressivas na mucosa oral. Esses micro-organismos afetam tanto o esmalte dos dentes como suas estruturas internas, raiz, gengiva, língua e outros componentes da boca.

O abscesso dentário é uma das condições desencadeadas por essas bactérias. Trata-se de uma infecção que afeta os tecidos, provoca acúmulo de pus na área e gera inchaço como um cisto — doloroso e incômodo.

Pode se formar em diferentes partes e recebe um nome específico em função da área onde se formou. Os abscessos periapicais, por exemplo, se instalam em partes mais profundas, afetando a raiz dentária. Já os periodontais atingem a gengiva localizada ao redor do dente.

Quais são as causas desse problema?

Independentemente do tipo de abscesso dentário, ele sempre é causado pela presença de bactérias na região. Elas liberam substâncias que provocam reações do sistema imunológico, que responde como uma inflamação.

Esses micro-organismos se proliferam devido a diversos fatores. Conheça alguns, a seguir!

Cáries não tratadas

Quando um dente é afetado por uma cárie, se ela não for devidamente tratada, existe a possibilidade das bactérias se infiltrarem em outros tecidos. Elas se proliferam nas gengivas, raiz do dente ou em sua polpa, e desencadeiam a infecção.

Se houver tratamento, mas ele não for feito corretamente e restarem bactérias, elas podem continuar se proliferando, migrar para outras regiões e estimular a inflamação e manifestação de infecções.

Quebras ou trincas no dente

Quando um dente é fraturado ou trincado, as bactérias encontram um ambiente propício para ficar. Esses problemas facilitam o acúmulo de resíduos, os quais podem ser consumidos por micro-organismos.

Dependendo de como o dente foi lesionado, se forma um abcesso na raiz dentária, e as bactérias penetram nele, chegam à polpa e se instalam, fator que provocará uma infecção.

Higiene inadequada

Como dito, os resíduos de alimento favorecem a proliferação de bactérias. Então, se os dentes não são escovados corretamente e o fio dental não é usado todos os dias, podem se formar abscessos dentários.

De toda forma, também é possível que essa infecção se manifeste quando um pequeno resquício de comida fica preso entre a gengiva e o dente. Ali ocorre uma inflamação, que se agrava até surgir o abscesso.

Quais são os sintomas do abcesso dentário?

Os abcessos dentários podem ser facilmente identificados, pois provocam o acúmulo de pus, que forma uma bolha com coloração esbranquiçada ou levemente amarelada. Entretanto, também observamos outras manifestações quando essa infecção se instala:

  • inchaço e vermelhidão na gengiva: o tecido gengival localizado próximo à área afetada sofre alterações em seu aspecto por causa da infecção, assumindo uma tonalidade mais vermelha e também fica inchado;
  • sensibilidade na região: o local onde a infecção está se instalando se torna mais sensível. A pessoa sente desconfortos na hora de morder ou mastigar os alimentos, e isso também acontece pelo contato com bebidas e comidas quentes ou geladas;
  • dor de dente: quando o abscesso ainda está no começo, a dor se mantém localizada no dente afetado e tecidos ao seu redor. Porém, o incômodo se torna mais extenso por causa do acúmulo de pus, então, a sensação dolorosa afeta as bochechas, mandíbula e os ouvidos;
  • mau hálito e gosto ruim na boca: é possível a pessoa perceber uma alteração em seu paladar, acompanhado de mau hálito. Ambos acontecem por causa do pus da infecção.

Os abscessos dentários mais graves ou que não recebem o devido tratamento, desencadeiam sintomas ainda mais expressivos como:

  • náusea;
  • vômito;
  • febre;
  • diarreia;
  • calafrios;
  • inchaço dos gânglios do pescoço;
  • escurecimento do dente.

Quando isso acontece, alguns pacientes precisam ser atendidos em hospitais, conforme a intensidade da dor e dos sintomas.

Como os abscessos dentários são tratados?

O tratamento do abscesso dentário varia de acordo com o local onde a infecção se instalou, e também da gravidade de cada caso. Entretanto, alguns procedimentos são comuns. Veja!

Drenagem

O pus precisa ser eliminado e, para isso, o cirurgião-dentista faz a drenagem da região afetada por meio de uma pequena incisão. Ele abre espaço para a saída do líquido, higienizando o local para que as bactérias sejam eliminadas.

Raspagem da raiz

No caso dos abscessos que afetam a raiz dos dentes, é necessário fazer a limpeza dela para eliminar todos os resíduos e as bactérias. Esse procedimento é realizado por meio de uma raspagem.

Tratamento de canal

Quando o abscesso é desencadeado por uma pulpite, ou seja, uma inflamação na polpa do dente, o tratamento de canal é o procedimento mais adequado. Nesse caso, é feita a remoção dos tecidos pulpares, o pus é drenado e os canais são vedados para evitar infiltrações.

Administração de medicamentos

Para controlar a inflamação e minimizar a dor, o especialista também pode recomendar medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios. Dependendo da extensão do problema, é preciso administrar antibióticos para combater as bactérias.

Extração do dente

Esse tipo de conduta é indicada quando não existe a possibilidade de salvar o dente afetado pelo abscesso. Para evitar que a infecção se estenda para os demais dentes, ele é extraído e o pus drenado a fim de conter o problema.

Portanto, cuide bem da  sua saúde bucal para evitar a proliferação de bactérias. Caso você perceba sintomas de abcessos dentários, procure imediatamente um cirurgião-dentista para que a inflamação ou infecção sejam contidas o quanto antes. Dessa forma você evitará o agravamento do caso e o tratamento será mais simples, prevenindo complicações.

As infecções bucais podem causar a perda de dentes, mas quando isso acontece é possível substitui-los por implantes. Baixe gratuitamente este guia completo sobre implantes dentários para saber mais sobre esse tratamento e seus benefícios!