Aparelho dentário: por quanto tempo um adulto deve usar?

7 minutos para ler

O aparelho dentário é uma das formas de ter aquele sorriso que você sempre sonhou, com todos os dentes em seus devidos lugares. Além da estética, o tratamento ajuda a melhorar desvios na mastigação e dores decorrentes desse fator.

Se seu dentista fez a indicação, provavelmente você já deve ter perguntado a vários amigos que usaram ou usam como foi todo o processo e quanto tempo precisaram ficar com o aparelho. Então, surge o problema: cada um respondeu um período diferente e sua dúvida não foi sanada, não é mesmo?

Para acabar de vez com ela, listamos quais são as variáveis levadas em consideração na hora de definir por quanto tempo alguém precisará usar aparelho. Também apresentaremos seus benefícios e explicaremos por que consultar um dentista nesse momento é tão importante. Acompanhe!

Por que o aparelho ortodôntico é indicado para algumas pessoas?

Não são todos os pacientes que necessitam usar aparelho ortodôntico. Mas, para alguns, esse dispositivo é essencial para corrigir algumas imperfeições dos ossos faciais ou da arcada dentária.

O aparelho é indicado quando os dentes nascem desalinhados, fora do lugar ideal ou separados, além dos casos em que há problemas na mordida. Isso porque existe um encaixe adequado entre os superiores e inferiores e, quando há variações dessa característica, podem ocorrer o desgaste do esmalte dentário e a sobrecarga dos dentes ou dos ossos faciais.

Esse tratamento, então, é recomendado quando há alterações na anatomia dos dentes e dos ossos, que podem trazer prejuízos no futuro. As correções são feitas para alcançar a harmonia e a simetria, promovendo uma melhor funcionalidade do conjunto e ganhos estéticos.

Por quanto tempo usar o aparelho dentário?

A média de tempo de uso do aparelho dentário fica em torno de 2 a 3 anos, mas não é regra. Os números variam de acordo com a evolução do tratamento, ou seja, o dispositivo pode ser necessário por menos de 2 anos ou mais de 3, dependendo de cada caso.

O ortodontista precisa avaliar cada paciente para dizer quanto tempo será necessário ficar com o aparelho dentário. Afinal, as características orgânicas influenciam bastante na movimentação e na correção da posição dos dentes.

As particularidades de cada tratamento também são responsáveis pela variação de tempo. Para que você entenda melhor, listamos alguns fatores que fazem esse período ser diferente para cada pessoa. Confira!

Idade

Os adultos costumam usar o aparelho por um período maior do que os jovens. Isso porque os dentes já se desenvolveram por completo e estão mais fixos, sem contar que os ossos faciais não são mais tão maleáveis. Assim, é preciso mais tempo para que ocorram as movimentações.

Tipo de aparelho

Quando falamos em aparelho, lembramos logo daqueles com as borrachinhas coloridas, não é mesmo? Mas existem outras opções no mercado, que trabalham com tecnologias diferentes e podem trazer resultados mais rápidos.

Esse é o caso do aparelho autoligado. Nele, não são as borrachas que prendem o fio, mas um tipo de presilha. A estrutura ajuda a reduzir o atrito durante a movimentação dos dentes, o que pode reduzir o tempo de uso.

Os alinhadores invisíveis, conhecidos como invisalign, também podem deixar o tratamento mais curto. Isso porque as movimentações são estimuladas em períodos menores de tempo do que quando são adotados os aparelhos tradicionais.

Higienização

Esse fator é um dos mais importantes para quem quer ficar o mínimo de tempo possível usando o aparelho dentário. Quando a higienização não é feita corretamente, ocorre o acúmulo de alimentos entre os dentes, formando bactérias que, posteriormente, podem gerar a placa bacteriana.

A placa, por sua vez, é responsável por dificultar o deslizamento dos dentes na boca, aumentando o atrito. O quadro piora quando ela não é tratada e forma uma substância rígida, conhecida como tártaro. Nesse caso, somente uma consulta ao dentista resolverá o problema, já que é preciso removê-lo com um instrumento específico.

Resposta orgânica

O organismo de cada paciente também reage de forma diferente ao tratamento ortodôntico. Isso ajuda a definir quanto tempo usar o aparelho dentário para alcançar os resultados desejados.

A densidade óssea, o tipo de dente e as características do tecido gengival facilitam ou dificultam as movimentações. Assim, em função da maior ou menor resistência orgânica ao estímulo mecânico do dispositivo, há uma velocidade diferente para cada pessoa.

Quais são as vantagens de usar o aparelho ortodôntico?

Existem dois principais motivos que fazem com que os pacientes acabem recusando o tratamento ortodôntico mesmo precisando dele: os impactos na aparência e o tempo necessário para corrigir a posição dos dentes.

Porém, como dito, há opções de tecnologias mais modernas que possibilitam um tratamento discreto e com menor duração. Além desses benefícios, é importante entender que o uso do aparelho traz diversas vantagens, como as que abordaremos abaixo.

Melhorias na aparência

A simetria do sorriso impacta positivamente a aparência de uma pessoa. Isso pode ser facilmente alcançado por meio dos tratamentos ortodônticos que ajudam a alinhar os dentes, rejuvenescendo e trazendo um aspecto mais saudável.

Alívio de dores

Dentes desalinhados e problemas na mordida causam sobrecarga à arcada dentária, ao maxilar e aos demais ossos da face. Tudo isso provoca dores de cabeça e tensões que se estendem para a nuca, os ombros e até as costas. O aparelho ajuda a aliviar e prevenir tudo isso.

Melhora das funções bucais

O uso do aparelho ortodôntico também impacta a mastigação e a articulação das palavras de forma direta. Além disso, ajuda a melhorar a respiração em alguns casos, já que alterações expressivas na posição dos dentes podem estimular a respiração oral.

Facilidade na higienização bucal

Pessoas que apresentam dentes mal posicionados estão mais sujeitas a desenvolverem problemas e doenças bucais. Isso porque a higienização é dificultada, já que algumas faces podem estar ocultas e acabar acumulando mais resíduos de alimentos.

Elevação da autoestima e autoconfiança

Os dentes desalinhados provocam abalos na autoestima. Portanto, usar o aparelho ortodôntico ajuda a trazer mais segurança e autoconfiança, afinal o paciente estará satisfeito com sua imagem — e isso o ajudará a melhorar suas relações interpessoais.

Por que é importante procurar um bom profissional?

É preciso ter muito cuidado na hora de escolher o dentista para colocar o aparelho. Você deve optar por um profissional que atue com ética e comprometimento, a fim de que seu tratamento seja conduzido de forma adequada e apenas pelo tempo realmente necessário para fazer as devidas correções.

Além disso, procurar um bom profissional é importante para ter suas necessidades atendidas. Afinal, o especialista avaliará seu caso, fará um planejamento do tratamento e indicará a melhor opção de aparelho para você, acompanhando sua evolução de perto.

Para encontrar um bom dentista, peça referências a amigos e parentes, sempre optando por clínicas e profissionais de renome em sua região. Marque uma consulta, faça um orçamento e veja quem oferece maior segurança e tranquilidade.

Não deixe de colocar o aparelho dentário, pois ele é muito importante para sua saúde bucal. Ainda que você esteja incerto devido ao tempo necessário para o tratamento, foque nos benefícios e não se esqueça de que bons profissionais trabalham com opções mais modernas para reduzir esse período, trazendo mais conforto para você.

Gostou deste artigo? Então, siga nossas redes sociais e acompanhe outros temas interessantes! Estamos no FacebookInstagramTwitter e YouTube.

Posts relacionados

Deixe um comentário