Aparelho ortodôntico pode melhorar a ATM?

7 minutos para ler

A articulação temporomandibular, ou ATM, é uma das mais complexas do nosso corpo, sendo responsável pela ligação entre a mandíbula e o osso temporal do crânio. Quando há mau funcionamento dessa estrutura, acontece a disfunção temporomandibular (DTM), um problema complexo que deve ser tratado em diversas frentes — uma delas é por meio do uso de aparelho para ATM.

Aliás, a disfunção na ATM afeta atividades básicas do dia a dia, como mastigar, abrir a boca e bocejar, além de causar dores na articulação e até mesmo na cabeça. Logo, requer acompanhamento com especialista e tratamento apropriado para evitar outras complicações.

Neste artigo, vamos explicar o que é ATM, quais são as causas e os principais sintomas da disfunção nessa importante estrutura do nosso corpo, quais são as formas de tratamento e como o uso de aparelho ortodôntico pode ajudar a melhorar o problema. Continue a leitura para ficar por dentro do assunto!

O que é a ATM e quais são os principais sintomas da DTM?

A articulação temporomandibular é uma complexa estrutura do nosso corpo, que liga a mandíbula ao osso temporal do crânio. Quando acontecem problemas nessa área, mesmo os movimentos mandibulares mais simples podem ser afetados.

Além disso, esse tipo de disfunção pode causar bastante dor e incômodo ao paciente. Por isso, é muito importante procurar um dentista para tratar o problema e evitar complicações que podem levar a outras condições prejudiciais, como o bruxismo.

Os principais sintomas da disfunção temporomandibular (DTM) incluem:

  • dores no rosto ou na cabeça e ao abrir muito a boca, mastigar ou bocejar;
  • sensação de desencaixe na mandíbula ao abrir ou fechar a boca;
  • sons de estalo e chiado ao fechar ou abrir a boca e zumbidos no ouvido;
  • mudança repentina no modo como os dentes superiores e inferiores se encaixam;
  • impressão de travamento da mandíbula ou de como se ela estivesse fora do lugar;
  • flacidez nos músculos da área da mandíbula.

Quais são as causas da disfunção na ATM?

A disfunção na ATM atinge principalmente as mulheres na fase adulta, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Suas causas são multifatoriais. Veja, abaixo, quais são as principais!

Acidentes

Quedas e acidentes nos quais a mandíbula ou o rosto é atingido podem gerar problemas na ATM. Quando exercícios e medicamentos não resolvem a disfunção, é preciso avaliar com o médico a necessidade de passar por procedimento cirúrgico.

Estresse

O estresse emocional, ou até mesmo físico, provoca tensões na região da ATM, o que leva à DTM. Nessa situação, são recomendadas sessões de terapia com profissional habilitado ou, a depender do quadro clínico, fisioterapia muscular para sanar o enrijecimento.

Hábito de roer as unhas e morder os lábios ou as bochechas

Alguns hábitos inadequados, como roer as unhas, morder os lábios e as bochechas, também são apontados como causas da disfunção na ATM. É preciso ficar alerta, pois, muitas vezes, praticamos essas ações no dia a dia sem que percebamos. Até mesmo mascar chicletes com frequência pode levar ao comprometimento da estrutura da mandíbula.

Bruxismo

A DTM pode provocar bruxismo, mas o contrário também pode acontecer. Ou seja, uma das causas das disfunção na ATM é o próprio bruxismo, o qual pode ser definido como uma desordem funcional que leva o indivíduo a apertar, comprimir e ranger os dentes, resultando em desgaste muscular na região da mandíbula.

Um dos tratamentos para o bruxismo é a utilização de aparelho para dormir. O dispositivo, feito sob medida, impede o atrito entre os dentes durante o sono. Outras práticas envolvem métodos de relaxamento, aplicação de compressas quentes nas bochechas para aliviar a tensão e métodos ortodônticos que propiciam a alteração na mordida.

Doenças sistêmicas

Algumas enfermidades também podem ocasionar a disfunção na ATM, entre elas a fibromialgia, a artrite reumatoide e o câncer. Aliás, tumores na região e a própria artrite apresentam sintomas parecidos com a DTM. Logo, muitas vezes há erro de diagnóstico, o que compromete ainda mais o quadro clínico do paciente. Vale ressaltar que cada problema identificado requer uma abordagem diferenciada para a eficácia do tratamento.

Histórico familiar

Pessoas que têm casos de disfunção na ATM na família correm um risco maior de desenvolver o mesmo problema. Portanto, ao sentir os sintomas, é preciso buscar ajuda médica de imediato e relatar o fato. Desse modo, o método para tratar a DTM mais adequado poderá ser aplicado, caso o diagnóstico seja confirmado.

Como tratar a disfunção temporomandibular (DTM)?

Como vimos, vários fatores podem desencadear a DTM, incluindo aspectos emocionais (como o estresse) e físicos (lesões e batidas na área), assim como alguns hábitos inadequados, como roer unhas ou até mesmo usar mais um lado da articulação do que o outro.

Portanto, o tratamento para esse problema vai depender das causas e do quadro do paciente. Assim, será possível corrigir a disfunção com eficácia e, por conseguinte, aliviar a dor e o incômodo sentidos. Confira, a seguir, alguns recursos empregados para sanar a disfunção na ATM!

Medicação

Podem ser usados medicamentos para eliminar os espasmos musculares e diminuir a dor, como relaxantes musculares, analgésicos e anti-inflamatórios. Mas é importante lembrar que qualquer remédio deve ser prescrito pelo médico. Em alguns casos, tem-se usado a toxina botulínica para promover o relaxamento dos músculos da face.

Protetor bucal

Também pode ser recomendado o protetor bucal noturno, que deve ser usado na hora de dormir, a fim de diminuir os efeitos prejudiciais de travamento ou rangimento dos dentes por causa da disfunção.

Exercícios

Alguns exercícios podem ajudar a melhorar a condição, já que reduzem a tensão dos músculos e da articulação. Entre eles, vale mencionar o alongamento e o relaxamento da mandíbula (o qual deve ser realizado devagar e com paciência), a massagem na região, a movimentação das bochechas cheias de ar, a fala em câmera lenta e, até mesmo, o bocejo.

Cirurgia

Caso os outros cuidados não surtam efeito e o quadro continue se agravando, pode ser indicada uma cirurgia na articulação. O médico a recomendará, se necessário for.

Como o aparelho para ATM pode atenuar o problema?

Disfunções na ATM podem desencadear mudanças que levam a problemas como a mordida aberta ou cruzada, a má oclusão e o desalinhamento dos dentes. Como o tratamento geralmente envolve cuidados de ortodontia, muita gente acredita que o aparelho ortodôntico, isoladamente, pode tratar problemas na articulação temporomandibular.

Porém, embora o aparelho para ATM possa melhorar as consequências negativas causadas por distúrbios como a DTM, ele não é capaz de resolver a disfunção sozinho. O tratamento é complexo e envolve uma série de profissionais da odontologia, como ortodontistas, cirurgiões bucomaxilofaciais, implantodontistas, além de especialistas de outras áreas, como fisioterapeutas, fonoaudiólogos e neurologistas.

Por isso, é muito importante procurar o seu dentista caso suspeite do aparecimento de uma disfunção temporomandibular. Somente um profissional poderá fornecer o diagnóstico completo do problema e indicar as melhores formas de tratamento, e se elas incluem o uso de aparelho para ATM ou requerem outras medidas.

Se você gostou de saber mais sobre a ATM e o papel do aparelho ortodôntico no cuidado com problemas nessa articulação, curta nossa página no Facebook e acompanhe outras novidades por lá!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário