Aparelho dentário: qual é a idade certa para usar?

3 minutos para ler

A procura pelo sorriso perfeito é uma realidade na nossa sociedade. Você tem dentes tortos e quer melhorar o seu sorriso? Acha que precisa de aparelho dentário, mas não tem certeza se já passou tempo demais para colocá-lo? Será que existe uma idade correta para começar o tratamento?

A seguir explicaremos qual é a melhor idade para colocar o aparelho ortodôntico e quais são os tipos de tratamentos indicados para cada faixa etária. Continue a leitura e saiba mais sobre o aparelho dentário!

Qual é a idade ideal para começar o tratamento ortodôntico?

A Associação Americana de Ortodontia recomenda que a primeira avaliação ortodôntica aconteça entre 5 e 7 anos. Nessa idade, já é possível identificar problemas de oclusão e fazer um diagnóstico precoce.

Na puberdade começa a ocorrer a calcificação dos ossos e a fixação da posição dentária. Dos 12 aos 14 anos, esse processo já deve estar quase concluído, é então que se torna necessária a intervenção com os aparelhos ortopédicos ou fixos.

Os aparelhos fixos não podem ser retirados, como o próprio nome diz. Eles agem diretamente na remodelação óssea para o melhor posicionamento dos dentes. Esse tipo de dispositivo pode ser intra ou extraoral, ou seja, podem ficar presos apenas pelos dentes, ou ficar por fora da boca.

Existe uma idade limite para o uso de aparelho dentário?

Não existe uma idade limite para o uso de aparelho dentário e o tipo de aparelho utilizado é escolhido cuidadosamente pelo dentista especialista. Ele deve levar em consideração a melhor forma de intervenção, mas também a adaptação da pessoa.

Crianças podem se sentir mal com o aparelho extraoral, pelo fato de sofrerem bullying dos amigos. Vale a pena conversar com o profissional, se seria possível o uso desse aparelho apenas em casa. Afinal, é preciso escolher o melhor tratamento para a criança, levando em consideração o lado emocional.

Quando podemos reconhecer a má oclusão no início, muitas vezes o tratamento se torna mais simples, podendo ser resolvido apenas com o aparelho móvel. Por isso, é necessária uma avaliação profunda feita por um especialista para que seja escolhida a melhor hora de interevenção.

Como saber se preciso da intervenção ortodôntica?

Ter os dentes tortos ou desalinhados não são as únicas razões para utilizar aparelho. Na avaliação ortodôntica são analisados diversos tipos de variações que necessitam de tratamento com aparelhos dentários. Veja algumas delas:

  • Mordida em topo: quando os dentes superiores e inferiores se encostam topo a topo e não encaixam com o trespasse dos dentes superiores para a frente e os inferiores para trás;

  • mordida cruzada: quando os dentes inferiores fecham por fora dos superiores.

  • diastemas: espaço entre os dentes.

  • hábitos parafuncionais: chupar o dedo ou chupeta, roer unhas ou respirar pela boca.

O diagnóstico precoce é muito importante para crianças que têm o queixo muito para frente ou para trás ou o céu da boca estreito demais. Aproveitar que os ossos ainda não estão calcificados dá aos dentistas opções menos invasivas para intervir nesses problemas.

Percebe a importância de uma avaliação com um dentista especializado o quanto antes? Se você tem alguma dúvida ou opinião sobre o uso de aparelho dentário, compartilhe conosco deixando um comentário nesse post.

Posts relacionados

Deixe um comentário