Bruxismo: o que é e como tratar

4 minutos para ler

O bruxismo afeta uma grande quantidade de pessoas de todas as idades que podem nem saber que possuem este problema. Ocorre que ele pode prejudicar bastante a saúde, afetando diretamente a vida de quem sofre com essa condição. Pensando em auxiliá-lo, separamos algumas informações muito importantes para que você possa entender o que é o bruxismo e como tratá-lo, continue a leitura e confira!

O que é bruxismo?

O bruxismo é um problema em que a pessoa tem hábitos como ranger, apertar, comprimir os dentes. Ele pode ser classificado em dois tipos:

Bruxismo em vigília

Também chamado de briquismo, esse tipo de bruxismo acontece quando a pessoa está acordada, em momentos de estresse, nervoso ou tensão. Pode acontecer inconscientemente, durante atividades comuns como ao usar o computador, assistir TV ou mesmo ler um livro.

Bruxismo do sono

Já este tipo de bruxismo, acontece durante o sono, principalmente nos mais leves. Ele não ocorre durante toda a noite, mas em episódios com interrupções.

Quais são as causas?

As causas do bruxismo normalmente são emocionais, como estresse e ansiedade. No entanto, alguns medicamentos também podem causar bruxismo, como os que são usados para o tratamento da ansiedade, mal de Parkinson e outros problemas motores.

Medicações que inibem a recaptação da serotonina, ou as que são usadas para problemas neurológicos e remédios para ronco e apneia, também podem causar o bruxismo.

Hábitos como fumo, ingestão de cafeína em excesso, uso de álcool e drogas também podem aumentar a frequência ou intensidade dos eventos de bruxismo.

Quais são os principais sintomas?

É comum que as pessoas nem saibam que têm bruxismo. Muitos só descobrem após alguém informar sobre o barulho incômodo do ranger dos dentes. Isso é comum, pois nem todo mundo consegue relacionar os sintomas ao problema.

Dores de cabeça na região das têmporas, desgaste dos dentes, sensibilidade dentária, alterações gengivais e mobilidade dental são alguns dos sintomas principais.

É importante saber que apenas um profissional conseguirá diagnosticar o bruxismo, pois todos esses sintomas também podem ser causados por outros problemas.

Como tratar?

Para fazer o tratamento adequado, primeiro o problema deve ser analisado. Dentistas podem fazer exames que identifiquem o melhor modo de lidar com a situação. Entre os tratamentos mais comuns estão:

  • Uso de aparelhos para dormir: o dentista pode fazer um aparelho que encaixe nos dentes e impeça que o atrito ocorra. Essa é mais uma forma de lidar com o bruxismo, mas não é um tratamento que leva a cura.

  • Métodos de relaxamento: como o bruxismo está muito relacionado a problemas emocionais, tratá-los pode ser uma forma de tratar também o bruxismo. Portanto, tentar ter hábitos que aliviem a tensão, como ouvir música, passear e conversar, podem ser boas opções.

  • Alteração da mordida: a mordida inadequada causa inflamações e muitas outras consequências que são aumentadas pelo bruxismo. Sendo assim, a ortodontia, implantação de coroas e restaurações também costumam ser tratamentos bastante utilizados em casos de bruxismo.

Quais os perigos do bruxismo?

Quando não tratado, o bruxismo pode levar a destruição do tecido da gengiva e do osso circunvizinho, além de causar problemas na articulação da mandíbula, como a ATM (síndrome da articulação temporomandibular). Sendo assim, se você desconfia que sofra de bruxismo, é indicado que procure a ajuda de um profissional o quanto antes.

Gostou do texto? Ficou com alguma dúvida sobre bruxismo? Compartilhe nos comentários!

 
Posts relacionados

Deixe um comentário