Conheça 5 riscos de tentar tirar o aparelho sozinho!

6 minutos para ler

Depois de muito tempo fazendo o tratamento ortodôntico, você já pensou em tirar aparelho sozinho? Existem muitas pessoas que, por falta de paciência ou até mesmo de investimento financeiro, decidem optar por essa escolha. Saiba que ela não é nem um pouco recomendada pelos dentistas!

Afinal, apenas esses profissionais têm o conhecimento necessário e os equipamentos certos para fazer esse procedimento. Além disso, a retirada do aparelho sem o auxílio de um dentista pode ainda comprometer a sua saúde bucal.

Por isso, listamos neste artigo 5 riscos que você pode sofrer ao tentar remover o dispositivo sem ajuda profissional. Continua a leitura e acompanhe a seguir!

1. Fraturas nos dentes 

Em geral, quando uma pessoa decide tirar aparelho sozinha, utiliza um alicate que não é o mais apropriado para o procedimento. Além disso, por não dominar a técnica de remoção, é possível que, na hora de remover os bráquetes, ela aplique muita força e ocorra a fratura do esmalte nos dentes.

Dependendo da intensidade, pode, inclusive, quebrar os dentes, comprometendo gravemente a estética e a saúde do sorriso. Isso porque cada dente tem uma estrutura diferente — uns são mais finos que outros, por exemplo. Por isso, o dentista sabe utilizar a força ideal para remover o bráquete em cada um deles, ao contrário do paciente.

2. Sorriso amarelo

Quando o aparelho é removido em casa, o paciente não consegue retirar completamente a cola, feita de resina, que é usada para fixar o dispositivo. Então, todos os corantes e pigmentos que são ingeridos pela alimentação começam a se instalar nos dentes, fazendo com que o sorriso fique amarelado.

Aliás, até mesmo restos de comida podem começar a grudar nos dentes, causando problemas, como o mau hálito. Isso porque as placas bacterianas ficam retidas, facilitando o desenvolvimento da cárie. É possível, ainda, contrair tártaros e gengivite por causa disso.

3. Infecção

Você sabia que o dentista tem alicates ortodônticos de diversos tipos, cada um utilizado em diferentes situações? Assim, cada alicate tem uma função específica. Quando o paciente decide tirar aparelho sozinho, ele geralmente utiliza o primeiro objeto cortante que vê pela frente.

Isso pode causar vários problemas, como já mencionamos. Entre eles, estão a fratura e a quebra dos dentes. No entanto, outro problema grave ao utilizar utensílios que não são do dentista é o risco de infecção causada por alicates de casa que não foram devidamente limpos e esterilizados.

Ainda que você utilize álcool para tentar limpá-lo, isso não será suficiente para proporcionar a devida esterilização do objeto. Então, além de não contar com o instrumento ideal para uso odontológico, ele também não estará corretamente esterilizado, o que pode acarretar graves infecções caso ocorra algum acidente na hora de remover o bráquete — fato bastante comum quando o paciente decide remover o aparelho em casa.

4. Perda dos avanços no tratamento

Caso já esteja quase no final do tratamento, com os dentes devidamente alinhados, mas não queira esperar pela liberação do dentista e decida retirar o aparelho sozinho, saiba que o seu sorriso não continuará tão perfeito depois de um tempo. Isso acontece porque, quando o dentista faz a remoção, ele indica o uso de uma contenção.

Esse dispositivo pode ser removível, como um aparelho móvel mesmo, ou fixo, que é uma barra de metal colada na parte interna dos dentes inferiores. Ambos servem para evitar a movimentação dos dentes, para que os avanços ortodônticos proporcionados pelo tratamento não sejam perdidos.

Por outro lado, se você não fizer o devido uso da contenção, os seus dentes podem voltar ao lugar inicial e todo o tempo e trabalho dedicados na correção ortodôntico terão sido em vão. Logo, ao retirar o aparelho sem ajuda profissional, o paciente também fica sem esse dispositivo, prejudicando assim o alinhamento adequado do sorriso.

5. Prejuízo financeiro

A princípio, do ponto de vista financeiro, pode até parecer uma boa ideia remover o aparelho antes do tempo, não é mesmo? Afinal, pode parecer que você gastará menos mensalidades com o tratamento ortodôntico. No entanto, essa é uma ideia bem incorreta quando se trata de economia.

Isso porque tirar aparelho sozinho pode provocar diversos problemas como já citamos neste artigo. Por exemplo, se você contrair uma cárie por causa de uma fratura provocada no dente pelo alicate, corre o risco de desenvolver a contaminação no canal, necessitando assim da endodontia (tratamento de canal).

Já se perder um dente, será necessário todo um procedimento para a fabricação de uma prótese e/ou, inclusive, um implante, que não costuma ser barato. No caso de sorriso amarelado, será importante agendar uma consulta com o dentista para remover a resina e, posteriormente, iniciar tratamentos estéticos, como o clareamento dental ou a inserção de lentes de contato.

Enquanto isso, se tiver acontecido uma infecção por causa de um acidente com o alicate, novamente é necessário marcar uma consulta com o dentista para que ele possa tratar o quadro. Por fim, se já tiver ocorrido a perda do progresso promovido pelo tratamento ortodôntico devido à falta de contenção, você teria que iniciar do zero todo o processo de inserção e manutenção do aparelho. Não precisamos dizer o quanto isso seria oneroso, não é mesmo?

Independentemente da situação, é fácil perceber que não existem vantagens ao tentar fazer a remoção do aparelho em casa, pois desse jeito você não terá feito uma economia, mas, na verdade, terá um gasto no futuro. 

Como você percebeu, não é recomendado tirar aparelho sozinho em hipótese alguma. Caso o seu problema seja motivado pela perda de confiança com o seu dentista atual, procure outro. Já se a questão for a falta de poder aquisitivo, conte com um plano de saúde dentário que ajudará bastante nesse sentido. Dessa forma, você não prejudicará a sua saúde bucal nem a sua saúde financeira por causa de uma atitude impulsiva capaz de gerar graves prejuízos.

Este conteúdo ajudou você a conhecer os malefícios de remover o aparelho sem ajuda profissional? Então, compartilhe-o em suas redes sociais para que os seus amigos também fiquem sabendo dessas informações!

Posts relacionados

Deixe um comentário