Afinal, é possível aumentar dentes pequenos? Conheça 7 métodos!

9 minutos para ler

Algumas pessoas têm dentes pequenos demais em comparação com a arcada dentária. Essa situação, além de comprometer a estética, pode levar a problemas funcionais. A boa notícia é que tal condição pode ser corrigida, de forma a proporcionar a simetria do sorriso.

Aliás, os procedimentos odontológicos evoluíram muito nas últimas décadas — e já faz um tempo que a tecnologia é usada a favor da odontologia. Novas técnicas e materiais modernos possibilitam o desenvolvimento de soluções para que as pessoas conquistem um sorriso saudável e harmônico.

Nesse cenário, existem algumas técnicas empregadas para aumentar o tamanho da dentição. Por isso, neste artigo, além de explicar as causas dos dentes pequenos, apresentamos os 7 principais métodos para solucionar o problema e também algumas dicas para escolher o consultório odontológico ideal para você. Confira!

Quais são as causas dos dentes pequenos?

Os dentes pequenos podem ser definidos como uma desarmonia entre a área da dentição e da gengiva. Isso acontece devido ao crescimento ósseo ou gengival e, ainda, por causa dos lábios ou da coroa pouco desenvolvidos. Veja, a seguir, quais são as principais razões para o aparecimento dessa irregularidade!

Genética

É preciso ficar alerta quando os dentes não acompanham proporcionalmente o tamanho da boca. Esse tipo de formação pode ter origem genética. O problema, além de estético, é também funcional, pois compromete o encaixe da dentição e a mastigação, por exemplo.

Sorriso gengival alto

O sorriso gengival alto é caracterizado por parte da gengiva exposta, já que ela abrange a maior porção do espaço. Nesse caso, os dentes não são pequenos, eles apenas estão recobertos muito acima da raiz pela mucosa. A correção é necessária para deixar a região com uma aparência mais agradável, de forma que o paciente se sinta à vontade ao sorrir.

Desgaste dentário

Acidentes e infecções dentárias, por exemplo, comprometem a superfície dos dentes e podem deixá-los mais curtos. O tipo de intervenção necessária para solucionar isso depende da causa ou das alterações na dentição. Se o desgaste for desproporcional, devem ser feitas reconstruções para alinhamento.

Bruxismo

O mau posicionamento e o bruxismo também podem resultar em dentes pequenos. Inclusive, a força da mastigação é maior em quem tem bruxismo, o que provoca desgaste na dentição. Logo, é preciso tratar primeiramente o distúrbio antes de realizar qualquer procedimento para melhorar a estética dentária.

Caso contrário, podem ocorrer fraturas nas restaurações já realizadas ou descolagem de laminados cerâmicos. Em determinadas situações, a recomendação é utilizar a placa de bruxismo. Posteriormente, a técnica da coroa dentária em porcelana pode ser necessária em pessoas cujos dentes estão bastante reduzidos.

Quais são os métodos para aumentar os dentes?

Abaixo, confira algumas técnicas para aumentar os dentes pequenos e obter um sorriso mais harmonioso!

1. Facetas de porcelana

As facetas de porcelana são laminados protéticos muito finos, com cerca de 0,7 milímetro. São semelhantes a capas, que colamos sobre os dentes pequenos para que fiquem maiores.

Esses laminados são fabricados de forma personalizada para que se encaixem com perfeição sobre os dentes naturais e proporcionem um resultado harmônico e simétrico em cada face. Por isso, é preciso fazer um planejamento para definir o tamanho ideal e o formato dessas pequenas próteses.

Além de aumentar o tamanho dos dentes, é possível modificar outras características, como a tonalidade. Também podemos corrigir pequenos desalinhamentos dentários, mas, em alguns casos, é necessário fazer um ligeiro desgaste no esmalte para que o laminado se encaixe com perfeição. Por isso, é um tratamento definitivo.

2. Cirurgia gengival estética

Também chamada de gengivoplastia, essa cirurgia visa remover o excesso de tecido gengival que está recobrindo os dentes. Há casos em que eles não são pequenos, mas a gengiva é muito grande e se sobrepõe ao esmalte.

O profissional deve avaliar com cautela cada situação para observar se, de fato, é possível remover esse tecido sem deixar a raiz dos dentes exposta. Além de o procedimento aumentar o tamanho da dentição, ajuda a minimizar o problema do sorriso gengival e permite modelar as bordas da gengiva para que fiquem arredondadas e simétricas.

Trata-se de um procedimento simples, que pode ser realizado no consultório do dentista com anestesia local. O pós-operatório não é complicado, exigindo basicamente algumas adequações na alimentação e uma boa higiene, pois a gengiva é um tecido que se recupera rapidamente.

3. Lentes de contato dental

As lentes de contato dental são muito semelhantes às facetas de porcelana — a diferença principal é a sua espessura. Elas são mais finas, medindo entre 0,2 e 0,5 milímetro, mas proporcionam um excelente resultado para aumentar os dentes pequenos quando não existe a necessidade de fazer outras modificações estéticas mais expressivas.

Assim como as facetas, esses laminados são confeccionados de forma personalizada. Dependendo do caso, também é possível fazer uma alteração na cor do esmalte, alcançando dentes mais brancos.

Por serem muito finas, nem sempre há necessidade de realizar desgastes no esmalte. As lentes de contato também são um tratamento definitivo, uma vez coladas sobre os dentes, não podem mais ser retiradas. Em caso de dano na peça, ela deve ser substituída.

4. Fragmento cerâmico

O fragmento cerâmico atua da mesma maneira que as facetas e as lentes de contato, melhorando o sorriso. Porém, é somente uma fração da prótese. É colado no local onde se deseja fazer o ajuste, ou seja, não recobre todo o esmalte.

Seu material também é diferente, pois se trata de uma cerâmica feldspática, um tipo de porcelana muito delicada. Não é necessário realizar desgastes no esmalte, mas essa não é uma técnica eficaz quando é preciso fazer grandes aumentos no tamanho dos dentes.

5. Restauração dental em resina

A restauração dental em resina requer indicação médica precisa. Ela é ideal, por exemplo, para aumentar a dimensão de um único dente reduzido. O procedimento é realizado de forma rápida, sendo necessária apenas uma consulta. Da mesma forma, o valor dessa técnica é mais acessível.

No entanto, é preciso se certificar de que a resina seja resistente e ofereça boa durabilidade. Para tanto, deve ser reforçada com cerâmica (porcelana). Isso evita transtornos provocados por fraturas, além de perda de brilho e amarelamento em alta intensidade.

6. Facetas de resina

Mais baratas que a porcelana, as facetas de resina composta podem ser aplicadas em uma única consulta. São indicadas para quem deseja alterações notáveis, sendo o resultado parecido com o da técnica de laminados cerâmicos. Porém, é importante ressaltar que são menos resistentes e duráveis em relação a outros materiais, como as lentes de contato dental.

7. Coroa dentária em porcelana pura

A técnica da coroa dentária em porcelana pura é aconselhada quando os dentes estão excessivamente desgastados pelo bruxismo. Nessa situação, é utilizada uma prótese capaz de recobrir toda a superfície dentária. Esse tratamento proporciona maior durabilidade e resistência a fraturas e deslocamentos, além de oferecer um ótimo resultado estético.

Como acertar na escolha do consultório odontológico?

É muito importante entender que, quando aumentamos o tamanho dos dentes pequenos, não estamos modificando somente a estética deles. Afinal, a pessoa já está habituada à sua dentição, principalmente durante a mastigação, e poderá sentir diferenças de altura quando for se alimentar.

Outro fator que exige atenção é o impacto que esses tratamentos proporcionam para a imagem de um modo geral. Considere que o sorriso participa de forma expressiva da aparência, daí a importância de que, além de funcionalidade, haja preocupação com a naturalidade do resultado.

Portanto, é fundamental analisar com cautela o profissional que realizará os procedimentos, bem como a clínica em que ele atua. O ideal é buscar por um local que tenha uma boa infraestrutura, trabalhe com tecnologias modernas e conte com uma equipe especializada. A seguir, listamos algumas dicas para que você possa tomar uma boa decisão e acertar na escolha!

Considere a especialidade do profissional

Para as facetas, as lentes ou a gengivoplastia, é preferível que você procure por um dentista que seja especializado no assunto. Afinal, estamos lidando com funcionalidade e estética. Então, o planejamento da intervenção precisa ser muito bem realizado. Um profissional experiente é capaz de dar suporte de qualidade, considerando suas características.

Observe a infraestrutura da clínica

Verifique se o local escolhido para realizar os seus tratamentos estéticos apresenta uma boa estrutura para prestar um atendimento de qualidade. Observe as condições do prédio, a higiene, a organização, a divisão de ambientes e, também, os equipamentos utilizados pelo dentista.

Avalie o atendimento na primeira consulta

Qualquer pessoa deseja ser bem atendida, então, você precisa ter atenção ao modo como é recepcionado desde a primeira consulta. Seja crítico e analise a postura do profissional, o interesse dele em solucionar seu problema e o comprometimento em alcançar o melhor resultado possível.

Confira as técnicas e os materiais utilizados

Não se esqueça de que o sorriso, muitas vezes, é o seu melhor cartão de visitas. Sendo assim, é fundamental que o profissional utilize técnicas modernas e materiais de excelente qualidade ao realizar o tratamento. Desse modo, você terá resultados funcionais e estéticos mais eficientes, pensando também na durabilidade do procedimento.

Dentes pequenos demais podem trazer complicações funcionais e afetar expressivamente a aparência. Portanto, é preciso recorrer a tratamentos executados por profissionais especializados e de referência, a fim de alcançar bons resultados. Assim, você terá certeza de que os procedimentos serão realizados de acordo com as suas características, garantindo um sorriso natural e perfeito.

Ficou interessado em realizar os tratamentos para a corrigir os dentes pequenos? Então, entre em contato com o CROOL e agende uma consulta agora mesmo!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário