Principais doenças bucais: conheça as causas, sintomas e tratamento

6 minutos para ler

A má escovação diária combinada com hábitos nocivos e uma alimentação rica em açúcares podem trazer grandes prejuízos à saúde bucal. Quando estes problemas orais não são tratados a tempo, as consequências logo aparecem.

Além disso, é sempre bom lembrar que além de causar a perda dentária, alguns problemas de saúde bucal podem prejudicar o restante do nosso organismo. Por isso, é sempre bom manter uma boa higiene oral e ainda adotar hábitos alimentares saudáveis.

Se você pensa que doenças bucais são relacionadas apenas a cáries e problemas na gengiva, você está enganado. No post de hoje, vamos falar desses e de outros problemas que prejudicam tanto a beleza do sorriso quanto nossa saúde em geral. Confira!

Câncer de boca

Embora muitas pessoas não deem a devida importância a essa patologia, ela pode levar o paciente a óbito. Segundo o  Instituto Nacional de Câncer (INCA), somente em 2013 o câncer de boca foi responsável por 5.401 mortes. 

As causas da doença são fatores genéticos e maus hábitos, como fumar e consumir álcool em excesso. Outro fator de risco para a doença é o HPV, que é transmitido por relações sexuais sem preservativo.

Os sintomas mais comuns da doença são dores na garganta, na língua e no pescoço; aparecimento de manchas esbranquiçadas; aparecimento de feridas na boca que não cicatrizam; entre outros.

O tratamento para o câncer de boca varia de acordo com o grau da doença. Alguns casos necessitam de cirurgia e outros apenas de quimioterapia ou radioterapia.

Cárie

A principal causa da cárie é a proliferação de bactérias acumuladas na cavidade oral devido a uma higiene bucal ineficiente. Quando uma pessoa está com cárie, ela sente dor e sensibilidade nos dentes.

O tratamento para a cárie depende do grau da doença. Quando ela ainda está em estágio inicial, uma obturação já é o suficiente para resolver o problema. Quando o dente já está muito deteriorado e há necessidade de substituir toda a parte superior do mesmo, uma coroa é a melhor opção.

Nos casos em que a cárie já atingiu a polpa dentária, somente o tratamento de canal resolve o problema.

Gengivite

A gengivite é uma inflamação nos tecidos causada pelo acúmulo de placa bacteriana, película pegajosa e incolor formada sobre os dentes. Os sintomas mais comuns da gengivite são inchaço nas gengivas, que também ficam avermelhadas, sensíveis e sangram.

O tratamento para a gengivite consiste na raspagem supragengival para remover a placa que se calcificou e se transformou em tártaro.

Periodontite

Essa é uma doenças bucais mais perigosas, pois pode acarretar outros problemas de saúde, como infarto, por exemplo. A periodontite é a fase progressiva da gengivite que não foi tratada a tempo. 

Os sintomas mais comuns da doença são gengivas inchadas, coloração avermelhada ou arroxeada, sangramentos constantes na hora da escovação, sensibilidade, dentes soltos e mau hálito.

O tratamento para periodontite consiste na redução da inflamação nas gengivas, pois esse processo evita a perda dentária. Porém, em certos casos, o uso de medicamentos e até mesmo uma cirurgia são necessários.

Placa bacteriana

A placa bacteriana é uma patologia responsável por diversas outras doenças bucais, como a cárie e a gengivite, por exemplo. Ela se forma por causa dos restos alimentares que se acumulam nos dentes devido a uma higiene bucal ineficiente.

A placa bacteriana não provoca sintomas, apenas uma sensação de dentes rugosos ou viscosos. A doença também é muito fácil de ser eliminada: basta que o paciente tenha uma boa higiene bucal.

Retração nas gengivas

A retração gengival pode ser causada por má escovação, por excesso de força na hora de escovar os dentes ou ainda pelo uso de escovas de cerdas duras. Outros traumas também podem gerar o problema, além de fatores hereditários e mau posicionamento dos dentes.

Quando o paciente sofre com o problema, a gengiva sobe, deixando a raiz exposta. Por isso, os dentes ficam sensíveis. O tratamento para a retração nas gengivas consiste em cirurgias de enxerto para cobrir as raízes expostas.

Afta

A estomatite, conhecida popularmente como afta, é causada por diversos fatores. como fatores genéticos e deficiência de ferro e vitaminas B9 (ácido fólico), B6 e B12. Além disso, estresse e problemas emocionais também podem desencadear o problema.

Outras patologias, como distúrbios gastrintestinais, doença Celíaca, doença de Crohn e síndrome de Behçet, também causam o problema. Quem usa aparelho dentário também está sujeito ao aparecimento de aftas.

O tratamento para a afta depende de suas causas e pode variar desde a laserterapia até o uso de soluções caseiras.

Candidíase oral

A candidíase, o famoso sapinho, é causada pelo excesso de um fungo chamado Candida Albican. A doença é transmissível e passa para outra pessoa pelo beijo na boca e contato íntimo.

A pessoa com candidíase apresenta manchas esbranquiçadas na boca e na língua, vermelhidão na boca, dor de garganta e rachaduras no canto dos lábios. O tratamento para candidíase é feito com o uso de medicamentos.

Halitose

O mau hálito é uma das doenças bucais mais comuns. Ele atinge cerca de 30% da população brasileira. Sua causa pode se dar por diversos fatores, como problemas gastrointestinais, desidratação, estresse, problemas nas gengivas, álcool, tabaco etc.

O mau hálito é caracterizado por um mau cheiro que não passa nem mesmo depois da higienização bucal ou de chupar uma bala de menta, por exemplo. O tratamento para a halitose depende de suas causas.

Quando ela é causada por uma doença, essa patologia deve ser tratada. O importante é conversar com o dentista para que ele identifique a causa e indique o melhor tratamento.

Herpes

A herpes labial é causada por um vírus e se manifesta por meio de feridas e bolhas dolorosas na boca. O estresse e a baixa imunidade também podem desencadeá-la.

O tratamento para herpes é feito por meio de medicamentos, como pomadas ou comprimidos. Em muitos pacientes, a doença sempre volta. Então, é bom ficar longe do sol, do estresse e manter a imunidade alta.

Agora que você já sabe quais são as principais doenças bucais, está na hora de saber um pouco mais sobre o câncer de boca. Leia o artigo que preparamos sobre o assunto!

Posts relacionados

Deixe um comentário