Você também tem dúvidas sobre como escolher dentista para realizar tratamentos odontológicos? Realmente é necessário pensar bastante antes de optar por esse ou aquele profissional, afinal, é preciso construir uma relação de confiança com ele para que você alcance os resultados esperados e tenha um bom suporte.

No entanto, não é de fato muito complicado encontrar o profissional ideal entre tantos que estão atuantes no mercado. Você só precisa saber quais são os fatores importantes que devem ser considerados na hora de fazer as suas pesquisas.

Preparamos este post com várias dicas para que você possa fazer uma boa escolha e consiga realizar os tratamentos que precisa. Continue lendo e veja o que é importante na hora de escolher o especialista que cuidará de você e da sua família!

1. Peça indicações

As indicações de familiares, amigos ou até mesmo de outros profissionais da saúde ajudam muito na hora de escolher um bom dentista. Isso porque ninguém indicará um serviço com o qual não ficou satisfeito ou que tenha uma baixa qualidade.

Então, converse com pessoas de sua confiança e que já tenham realizado tratamentos semelhantes aos quais você precisa. Assim, você terá pelo menos uma base para começar as suas pesquisas e poderá filtrar entre as opções aquelas que melhor te atendam.

Você já saberá a forma como ele atua, a postura que adota, o cuidado na hora do atendimento e se os resultados realmente são satisfatórios. Ou seja, ao escutar a opinião das pessoas, sua confiança no profissional que te atenderá vai aumentar.

2. Pesquise as melhores clínicas

Além de pedir indicações para pessoas que você conhece, também é importante fazer as suas próprias pesquisas em busca das melhores clínicas. Uma boa opção para isso é utilizar a internet, procurando em sites e redes sociais.

Procure por especialistas que estejam perto do local onde você mora para ganhar tempo e conseguir realizar os tratamentos sem que isso interfira em sua rotina. Mas esteja sempre atento à avaliação de pacientes e pessoas que já se consultaram com esses profissionais.

Elabore uma lista das clínicas que pareçam as ideais e depois estabeleça critérios de eliminação para que você faça uma busca ainda mais refinada. Assim, você conseguirá chegar àquela que é a ideal ou, pelo menos, ter algumas poucas para continuar estudando.

3. Avalie com cuidado as propagandas

Essa é uma dica muito importante sobre como escolher dentista, porque você precisa ter atenção àquilo que é prometido e veiculado nas propagandas desses profissionais. Isso para não acreditar em promessas enganosas.

Existe um Código de Ética Odontológica que define normas para os profissionais desse ramo fazerem a divulgação dos serviços que oferecem. É interessante conhecer algumas práticas antiéticas para que você escolha um profissional preocupado em manter uma boa postura.

Além disso, tenha cuidado para não acreditar em promessas milagrosas, e sempre procure aprofundar ainda mais suas informações antes de fazer uma escolha definitiva. Sites de reclamação e as redes sociais são excelentes aliadas nesse ponto.

4. Informe-se sobre a formação do profissional

Todos os profissionais que atuam com saúde têm uma responsabilidade muito grande em seu dia a dia de trabalho. Por isso, quanto mais preparados estiverem para enfrentar as diversas situações com as quais vão se deparar, melhor será a qualidade de seu atendimento.

Na hora de escolher o seu dentista, preocupe-se em analisar com cuidado a formação que ele tem, sendo um diferencial a experiência e o tempo de atuação. Tudo isso demonstra que ele tem autoridade no assunto e poderá oferecer um tratamento seguro e eficaz.

Não se esqueça de que para se consultar com especialista de uma determinada área da odontologia é importante que ele tenha a devida formação. Quando graduados, os dentistas podem atuar em clínica geral, mas para seguirem um determinado ramo, precisam fazer uma especialização.

Títulos de mestrado e doutorado são um diferencial muito competitivo para esses profissionais e um grande atrativo para os pacientes. Então, se você tiver a oportunidade de se consultar com especialistas que carreguem esses títulos, será ainda melhor.

5. Observe os serviços oferecidos

Considere que para fazer tratamentos odontológicos geralmente é necessário passar por consultas com mais de um especialista, além de realizar exames e outros procedimentos. Por isso, o melhor é você escolher uma clínica que reúna tudo num só lugar.

Dessa forma, você otimizará seu tempo e não precisará se deslocar. Além disso, a comunicação entre os profissionais de uma clínica completa também fica mais fácil, o que minimiza as chances de erro, aumenta sua satisfação com os tratamentos e reduz seu tempo de duração.

Outro fator importante é observar as tecnologias empregadas em equipamentos e nas técnicas adotadas. Atualmente, existem diversas opções modernas para oferecer aos pacientes um tratamento indolor, rápido e seguro. Escolher um dentista que ofereça tudo isso é uma garantia de proteção para a sua saúde e da sua família.

6. Analise as instalações da clínica

Ao acessar o site dos dentistas que você está estudando para escolher aquele ideal, procure também se informar a respeito da estrutura da clínica e dos consultórios. Isso para que você tenha algumas informações sobre o local e possa avaliar se ele te parece adequado e seguro.

Fotos e vídeos são os melhores recursos para fazer essa avaliação à distância, mas o ideal é que você visite o local e possa averiguar com seus próprios olhos. Assim, também poderá observar a localização do ponto, se há estacionamento, se o local é seguro, entre outros.

O cuidado com a estrutura da clínica aponta a preocupação do profissional em oferecer um atendimento de qualidade. É essencial que o prédio esteja muito bem conservado e a higiene seja realizada de forma impecável, sempre pensando na segurança dos pacientes.

7. Agende uma consulta de avaliação

Depois de fazer todas essas análises e coletas de informação, o ideal é que você agende uma consulta de avaliação para realizar uma boa escolha do seu dentista. É por meio dela que você poderá avaliar todo o atendimento do local, desde a recepção até os especialistas que vão acompanhar o seu tratamento. É importante que você se sinta bem acolhido e à vontade, a fim de seguir com o tratamento até o final.

Converse com o dentista, fale sobre possíveis medos que você tem, inseguranças e esclareça todas as suas dúvidas. Observe a disposição dele em explicar todos os detalhes e também a sua postura. Afinal, é preciso estabelecer uma relação de confiança.

Agora que você já sabe como escolher dentista analisando todos os pontos cruciais, não deixe de agendar a sua consulta. É essencial fazer um acompanhamento periódico para prevenir e corrigir problemas que possam trazer complicações para sua saúde bucal. Consultando-se com um bom profissional você terá sempre um suporte satisfatório, assegurando a sua qualidade de vida.

Não deixe os cuidados com a sua saúde bucal para amanhã. Entre em contato conosco para conhecer a nossa equipe e todos os tratamentos que temos para valorizar ainda mais o seu sorriso!