Escovar os dentes: 5 erros comuns que você nem fazia ideia!

4 minutos para ler

A saúde bucal anda lado a lado com a escovação dos dentes, que, por sua vez, é indispensável para exibir um sorriso bonito. Mas engana-se quem acredita que escovar os dentes é uma tarefa simples! Pelo contrário, ela está sujeita a uma série de erros, cometida rotineiramente pela maioria das pessoas sem que elas se deem conta.

Apesar de comuns, esses erros podem prejudicar a eficiência da escovação, levando ao acúmulo de alimentos e bactérias, aumentando o risco de inflamações na gengiva, de instalação de cáries e infecções bucais e da ocorrência de mau hálito.

Diante disso, fizemos uma lista dos erros mais cometidos na hora de escovar os dentes. Assim, você poderá evitá-los e deixar a sua boca ainda mais saudável. Venha aprender conosco!

Escovar os dentes logo após a refeição

Está aí o erro número um, visto que grande parte das pessoas acredita que os dentes devem ser escovados imediatamente após as refeições. E por que essa é uma prática incorreta?

A explicação é a seguinte: a ingestão de alimentos diminui o pH da saliva, tornando-a mais ácida. Caso a escovação seja feita nesse momento, poderá ocorrer a corrosão do esmalte e a desmineralização dos dentes.

Para evitar que isso aconteça, espere cerca de meia hora para escovar ou faça um bochecho com água antes para diminuir a acidez bucal.

Escovar os dentes com muita força

A força é outro grande vilão para o esmalte, visto que ela desgasta a sua estrutura. Como o esmalte tem a função de proteção, os dentes ficam mais sujeitos à ação das bactérias e às cáries. Além disso, o desgaste prejudica a estética, diminuindo o brilho e tornando os dentes mais opacos.

O correto é fazer movimentos circulares, vibratórios e suaves, durante cerca de cinco segundos, nas duas faces de cada dente, de forma que os alimentos sejam removidos, mas sem impactar no esmalte.

Utilizar muita pasta dental

Muitas pessoas acreditam que a limpeza adequada está diretamente relacionada com a formação de espuma e, para tanto, acabam utilizando muita pasta de dente. Mas isso é um total engano!

A grande responsável pela higiene é a escova, sendo que a pasta funciona apenas como auxiliar na escovação. Dessa forma, quando utilizada em grande quantidade, ela acaba diminuindo o atrito entre a escova e a superfície dos dentes, o que dificulta a remoção das placas bacterianas.

O ideal é utilizar uma quantidade — inserida entre as cerdas da escova — semelhante ao volume de uma ervilha, nem menos nem mais do que isso.

Utilizar escova inadequada

É a qualidade da escova que determina a eficiência da higiene dos dentes. Dessa maneira, o uso de escovas com cerdas duras, velhas ou desgastadas causa um grande prejuízo tanto para a limpeza quanto para a saúde dos dentes e da gengiva.

As cerdas velhas não conseguem cumprir adequadamente o seu papel, deixando restos de alimentos, placas bacterianas e gerando mau hálito. Por outro lado, as cerdas duras podem machucar a gengiva, causando sangramentos e, ainda, expor a raiz e desgastar o esmalte dos dentes, o que provoca sensibilidade.

Nesse contexto, o ideal é trocar a escova a cada dois meses, investindo naquelas macias e com um volume grande de cerdas, que são eficientes e não prejudicam a saúde dos dentes e da gengiva.

Esquecer das outras partes dos dentes

É muito comum que as pessoas escovem apenas a face externa (vestibular) dos dentes, esquecendo-se da parte interna (palatina), dos cantos e dos dentes localizados no fundo da boca (posteriores). Esse é um erro gravíssimo, visto que essas regiões têm alto potencial de acumular alimentos, com a consequente formação de placas bacterianas e tártaros.

Para facilitar, divida a boca em quatro partes — lado esquerdo, direito, cima e baixo —, reservando um período de 30 segundos de escovação para cada uma delas. Com essa dica, você garante que todas as regiões sejam adequadamente higienizadas.

Diante do que mostramos no post, ficou claro que escovar os dentes requer atenção e dedicação. Após a leitura, você deve ter percebido que também comete erros, certo?

Compartilhe o nosso artigo nas suas redes sociais, ajudando os seus amigos e familiares a evitar esses probleminhas tão comuns na escovação!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Posts relacionados

2 thoughts on “Escovar os dentes: 5 erros comuns que você nem fazia ideia!

Deixe um comentário