Como funcionam os implantes dentários sem corte e com corte?

4 minutos para ler

Os chamados implantes dentários sem corte são uma boa alternativa para aqueles pacientes que têm receio de se submeterem ao tratamento convencional. Afinal de contas, muitas pessoas têm medo da dor e, por isso, não realizam o sonho de fazer uma reabilitação oral completa e ter dentes novamente.

O fato de viver sem os dentes para o resto da vida incomoda bastante, pois além de dificultar a mastigação, ser desdentado afeta diretamente a autoestima. E mesmo aqueles que usam dentadura sofrem com o incômodo causado por ela.

Se você pensa em fazer implante, mas procura por um tratamento menos invasivo, os implantes sem corte podem ser uma boa opção para você. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura!

O que é um implante dentário?

Um implante dentário é um pino de titânio, que é inserido na maxila ou na mandíbula por meio de um procedimento cirúrgico. A função do implante é substituir a raiz do dente natural, que foi perdido devido a problemas de saúde bucal

Ele serve como base para a implantação de uma prótese (dente artificial), que devolverá as funções estéticas e mastigatórias do dente perdido.

Qual a diferença entre os implantes sem corte e os implantes convencionais?

Implantes convencionais

Para que um implante seja realizado, é necessário que o dentista faça cortes na gengiva para colocar o pino na boca do paciente. Nesses casos, a gengiva é descolada para que o profissional consiga realizar seu trabalho.

Implantes dentários sem corte

Também conhecido com cirurgia guiada, os implantes sem corte são planejados por computador. Por meio de um software específico, o dentista realiza uma tomografia computadorizada da boca do paciente e com os resultados, ele cria um guia cirúrgico, para orientá-lo sobre a posição dos implantes durante a cirurgia.

Essa técnica possibilita que o dentista escolha até mesmo a posição dos implantes, antes de fazer a cirurgia. Embora haja cortes na gengiva do paciente, não há a necessidade de suturas, pois para que a guia seja colocada na boca do paciente, são feitas apenas pequenas perfurações nos locais onde serão inseridos os componentes do implante.

Quando é indicado cada tratamento?

O implante tradicional é indicado para pacientes que perderam um ou mais dentes na boca e deseja recuperar seu sorriso. Aqueles pacientes que possuem dentes em condição crítica, que já não podem ser salvos por meio de outro tratamento, também podem recorrer ao implante. Nesses casos, os dentes estragados devem ser extraídos.

Já os implantes sem corte são indicados para pessoas que perderam todos os dentes na boca e para aqueles que já usam dentadura há muito tempo. Isso porque a cirurgia é menos invasiva do que a cirurgia tradicional.

Há algum tipo de contraindicação para o tratamento?

Tanto na cirurgia guiada quanto no implante tradicional, o paciente precisa ter uma boa saúde bucal para se submeter ao tratamento. No caso de desdentados totais, é necessário que eles tenham uma estrutura óssea de qualidade, pois caso contrário, a guia não se fixará em sua boca.

Para pacientes com grande perda óssea, é necessário passar primeiro por uma cirurgia de enxerto ósseo. 

Como é o pós-operatório?

As duas cirurgias exigem cuidados específicos no pós-operatório. O implante tradicional exige um pouco mais de repouso, pois a cirurgia é mais invasiva. Mas, o dentista recomenda ao paciente o uso de remédios para dor e inchaço, que são comuns nos primeiros dias. 

Quando um paciente se submete a uma cirurgia de implante, é necessário que ele espere por alguns meses para depois colocar a prótese, o que não acontece com a cirurgia guiada, pois o paciente pode colocar os dentes postiços no mesmo dia.

Além disso, a recuperação para pacientes que fazem o implante sem corte é bem mais tranquila, pois não há pontos na boca. No entanto, é imprescindível seguir as orientações do dentista quanto à alimentação e manter uma boa higiene bucal, pois somente assim, seus implantes terão vida-longa e a recuperação será mais rápida.

O Dr. Frederico Coelho, do Crool Centro Odontológico, fala mais sobre o pós- operatório:

Agora que você já sabe como funcionam os implantes dentários sem corte, está na hora de saber como ter um sorriso perfeito. Leia nosso artigo sobre o assunto!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Um comentário em “Como funcionam os implantes dentários sem corte e com corte?

Deixe um comentário