Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente um terço da população mundial adulta é fumante. Essa prática gera consequências negativas à saúde e está relacionada a mais de 50 tipos de doenças, como câncer de pulmão, bronquite, derrame cerebral e doenças do coração.

Isso acontece devido à composição do cigarro, que pode conter mais de 43 substâncias carcinogênicas. Além disso, elas também causam doenças bucais e danos aos dentes, que ficam amarelados e manchados. Isso pode mexer com a autoestima dos fumantes, já que o sorriso fica comprometido.

Sendo assim, é comum que eles procurem o consultório dentário a fim de realizar clareamento dental. Caso esteja pensando nisso e queira saber como corrigir as manchas de cigarro nos dentes, conquistando um sorriso bonito novamente, continue lendo o post!

Por que o cigarro mancha os dentes?

O cigarro contém nicotina, uma substância que causa dependência e é capaz de aderir aos dentes, alterando a cor deles.

Por isso, à medida que o consumo de nicotina aumenta, as manchas de cigarro nos dentes se tornam mais frequentes. As mulheres sofrem mais com isso do que os homens, pois acredita-se que os hormônios femininos influenciem nesse processo.

As manchas de cigarro nos dentes podem desaparecer gradualmente se a pessoa parar de fumar. No entanto, isso pode levar alguns anos. Nesse contexto, os clareamentos dentais são uma boa opção para acelerar esse processo.

Há dois tipos de tratamento que podem ser feitos: o caseiro e o clínico. A seguir, conheça melhor as características de cada um:

Clareamento dental caseiro

O clareamento caseiro é mais barato do que o clínico e pode ser feitos de várias formas. O mais comum é o uso de cremes dentais que têm efeito clareador. Elas podem demorar para fazer efeito e nem sempre apresentam os benefícios divulgados nas propagandas.

Uma substância que apresenta melhores resultados é o peróxido de hidrogênio, que é encontrado na água oxigenada. Ela pode ser utilizada para fazer bochechos, em fitas clareadoras e moldeiras disponíveis no mercado.

No entanto, vale ressaltar que é preciso ter cuidado ao utilizá-la, pois a substância pode causar alteração do pH da boca, queimaduras, sensibilidade dentária e lesões bucais.

Clareamento clínico

Esse tipo de procedimento é realizado em consultório, por um dentista. É um tratamento mais caro do que o clareamento caseiro e também mais efetivo.

Esse método é feito com um laser que atua conjuntamente com uma substância clareadora, ativando os cristais do produto. É um método rápido — cada sessão dura de 30 minutos a 1 hora — e que apresenta resultados em pouco tempo. 

A grande vantagem dessa técnica é que ela será feita por um profissional capacitado, portanto, não oferece riscos à saúde. Além disso, apenas um dentista poderá dizer qual é o melhor tratamento dependendo do tipo de mancha e da sua gravidade.

Sendo assim, fazer uma avaliação em um consultório é o primeiro passo para iniciar o processo de clareamento dental.

Agora que você já sabe como corrigir as manchas de cigarro nos dentes, esperamos que seu tratamento seja efetivo e você volte a sorrir com confiança.

Gostou do nosso post e quer receber outras notícias em primeira mão? Assine nossa newsletter e seja o primeiro a receber nossas novidades!