Por mais que seja um dispositivo resistente, o aparelho ortodôntico exige alguns cuidados. Afinal, além de acumular resíduos, ele é formado por pequenos componentes que podem se soltar ou danificar quando submetidos a algum tipo de sobrecarga.

Nesse sentido, quem faz tratamentos ortodônticos deve estar atento a alguns fatores, não só para prolongar a vida útil do aparelho, mas para alcançar os resultados esperados dentro do período previsto, com o mínimo de manutenções e sem colocar em risco a saúde bucal.

Pensando nisso, preparamos este artigo listando os principais cuidados com aparelho dentário para você assegurar a integridade dele e manter os seus dentes e gengivas saudáveis. Continue lendo para conferir!

1. Adapte a sua alimentação

Um dos principais cuidados recomendados pelo dentista diz respeito à alimentação durante o período de tratamento. Em especial, para quem faz uso do aparelho fixo — aquele tradicional, que não pode ser retirado da boca. Como esse dispositivo tem contato direto com os alimentos, é muito importante que haja uma mudança nos hábitos alimentares.

A primeira recomendação é evitar comidas duras e difíceis de mastigar, como pipoca e torresmo. No caso de outros mais firmes, como maçãs ou peras, o ideal é cortá-los em pedaços pequenos o suficiente para serem mastigados de uma só vez, sem a necessidade de mordê-los. Tudo isso para evitar uma força maior no aparelho, que pode se quebrar ou descolar do dente.

Além disso, alimentos muito pastosos ou fibrosos também devem ser evitados. Esse é o caso de chicletes, balas mastigáveis e mangas. Afinal, eles deixam resíduos demais, que ficarão presos aos braquetes, podendo danificar o aparelho e dificultar a higienização bucal.

2. Abandone hábitos nocivos

Alguns hábitos não combinam com pessoas que fazem tratamento ortodôntico. Esse é o caso de roer unhas: além de o dedo se apoiar sobre os braquetes, podendo descolá-los, a unha é muito dura, capaz de danificar o dispositivo. O mesmo acontece com pequenos objetos duros, que gostamos de mastigar para nos desestressarmos ou distrairmos. Morder tampas de caneta e palitos de pirulito, por exemplo, provoca o mesmo problema que roer unhas.

Ainda é importante evitar abrir potes ou frascos usando os dentes. Fazer uma alavanca ou exercer pressão com eles pode quebrar o aparelho — na verdade, pode quebrar até os dentes. Por isso, esses hábitos são prejudiciais para todas as pessoas.

3. Limpe bem os dentes e o aparelho

Esse é um dos cuidados com aparelho dentário mais importantes, porque não afeta somente o dispositivo, mas também a saúde bucal de um modo geral. É uma tendência natural que resíduos alimentares fiquem presos nos componentes do aparelho, por isso, a higiene precisa ser muito cautelosa para que não se proliferem bactérias na sua boca.

Existem hoje escovas de dente específicas para quem passa por um tratamento ortodôntico. Seu design é projetado para que consigam higienizar tanto os dentes quanto o dispositivo de forma eficaz. Além delas, há a escova interdental, que consegue limpar entre os braquetes.

Obviamente, o uso do fio dental não pode faltar — apesar de ser difícil passá-lo com o aparelho colado aos dentes. Para facilitar essa tarefa, existem dispositivos como o passa fio, que facilita o seu encaixe na posição correta. Já no caso de quem usa aparelhos móveis, é preciso higienizá-los ainda que não tenham contato com alimentos. Essa limpeza é feita com a mesma escova e creme dental utilizados para os dentes.

Em todo o caso, vale a pena pedir a recomendação do dentista para que ele possa lhe aconselhar sobre a melhor forma de fazer a higienização.

4. Tome cuidado com o armazenamento

Esta dica é especial para quem usa aparelhos ortodônticos removíveis, aqueles que podem ser tirados da boca na hora de comer ou de fazer a higiene bucal.

Esses dispositivos são acompanhados de um estojo específico, que é o único lugar seguro para mantê-los guardados. Então, evite deixar o aparelho móvel em cima de móveis, dentro de gavetas, na bolsa ou no bolso. Isso porque ele pode se quebrar ou entortar — tornando difícil, ou mesmo impossível, encaixá-lo corretamente. Além de machucar a boca, esse dano interfere negativamente na progressão do tratamento.

Também não é recomendado enrolar o aparelho móvel em papel ou tecido. Se você precisar sair de casa para ir a uma festa ou restaurante, é interessante levá-lo no estojo. Já se a saída for rápida, você pode preferir deixar o aparelho em casa, para não correr o risco de perdê-lo ou danificá-lo.

5. Evite grandes impactos

Choques e impactos também são grandes vilões para quem faz um tratamento ortodôntico. Afinal, além de existir o risco de quebrar ou danificar o dispositivo, lesões e cortes podem ser ocasionados por causa das pancadas que afetam a boca.

Se você pratica esportes e precisa usar um aparelho, converse com o dentista a respeito do uso de protetores. Essas placas que cobrem os dentes são eficazes para evitar problemas tanto no dispositivo quanto na sua boca. Além disso, seja cauteloso com pequenos acidentes domésticos.

6. Manutenção

Dentre os cuidados com aparelho dentário também vale destacar as manutenções periódicas, que são realizadas no consultório do dentista. O tempo de retorno será indicado pelo profissional, de acordo com o tipo de aparelho e a necessidade de cada paciente. Seja como for, o importante é que você não falte nas datas agendadas.

Nessas visitas, além de observar a integridade do seu aparelho e fazer reparos, se for necessário, o ortodontista observa a progressão do tratamento. Assim, ele faz a ativação do aparelho, para que ele continue estimulando a movimentação dos seus dentes.

Durante essas consultas de manutenção, a sua saúde bucal também é avaliada. Afinal, quem usa aparelho ortodôntico está mais suscetível a desenvolver doenças e problemas bucais — em função da maior dificuldade de fazer a higienização adequada. Por tudo isso, evite faltar no dia da manutenção, para ter todo o suporte e o acompanhamento do especialista.

Enfim, todos esses cuidados com aparelho dentário ajudam a manter a vida útil do dispositivo, de modo que ele consiga desempenhar as suas funções de forma eficaz. Além disso, como vimos, eles são fundamentais para manter a sua saúde bucal, garantindo um sorriso alinhado e livre de doenças ou qualquer outra complicação!

Gostou do post? Então, confira outras dicas e temas interessantes como esse! Basta seguir as nossas redes sociais e acompanhar nossas postagens: estamos no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn.