Entenda o que é a recidiva pós-tratamento ortodôntico e veja como evitar

3 minutos para ler

Você usa algum tipo de dispositivo dentário? Saiba que, após o término do tratamento, as consultas regulares com o especialista devem continuar para evitar o que chamamos de recidiva pós-tratamento ortodôntico. Se você não sabe o que é, recomendamos que se informe sobre o assunto.

Em alguns casos, é comum, depois da retirada do aparelho ortodôntico, que os dentes voltem a se movimentar, em uma tentativa de retomar a posição original. Felizmente, há formas de evitar que isso aconteça, desde que você esteja sempre em contato com seu dentista.

Neste post, vamos explicar o que é recidiva pós-tratamento ortodôntico, quais fatores contribuem para esse quadro e como preveni-lo. Acompanhe!

O que é recidiva pós-tratamento ortodôntico?

Chamamos de instabilidade ou recidiva pós-tratamento ortodôntico o fato de os dentes tenderem a voltar à posição original, como era antes da colocação do aparelho dentário. Por exemplo: o reaparecimento de diastema nos dentes da frente ou, até mesmo, o espaço onde ocorreu uma extração dentária querer reabrir.

Quais fatores contribuem para o quadro de recidiva?

Abaixo, listamos os dois fatores que podem levar ao quadro de recidiva após o tratamento ortodôntico. Entenda!

Retirada do aparelho antes do período indicado

Muitas vezes, o paciente insiste na retirada do aparelho ortodôntico antes do período recomendado pelo dentista. Acontece que o tratamento ortodôntico, para ter um resultado efetivo, precisa seguir todas as etapas, que envolvem, por exemplo, o posicionamento correto das raízes dentárias, além do perfeito encaixe entre os dentes.

Descolamento da contenção inferior

Após a retirada do aparelho ortodôntico, o paciente deve continuar o tratamento com o aparelho de contenção, que pode ser móvel ou fixo. O dispositivo serve, justamente, para manter os dentes na posição correta. Porém, nessa fase, muitas pessoas deixam de comparecer ao consultório odontológico para a manutenção desse aparelho.

Em muitos casos, acaba ocorrendo o descolamento da contenção inferior, o que favorece a recidiva pós-tratamento ortodôntico. Sendo assim, é de suma importância o acompanhamento periódico com o dentista nessa etapa do tratamento para que ele faça a limpeza bucal do paciente e verifique se a contenção permanece colada e na posição adequada.

Como evitar a instabilidade após o tratamento ortodôntico?

Se você deseja prevenir a recidiva para que seu tratamento ortodôntico seja, de fato, um sucesso, é fundamental tomar alguns cuidados importantes. Veja quais são eles!

Uso de aparelho de contenção

O aparelho de contenção móvel, normalmente, é indicado para os dentes superiores. Já o fixo é colado por trás dos inferiores.

Visitas regulares com o ortodontista

Caso o profissional detecte uma pequena movimentação dos dentes, poderá recomendar novamente o uso de aparelho ortodôntico, mas por um período menor — em torno de seis meses. Para quem não deseja o dispositivo fixo, é possível utilizar os alinhadores.

Agora, você sabe o que é recidiva pós-tratamento ortodôntico e como evitá-la. Recomendamos que realize o seu tratamento em um consultório odontológico de renome no mercado, como o CROOL. Contamos com especialistas em ortodontia altamente experientes, conhecedores das mais modernas técnicas disponíveis.

Ficou interessado? Se sim, entre em contato conosco para conhecer melhor nossos serviços em odontologia e nossa infraestrutura de ponta!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário