Afinal, pode ou não acontecer rejeição de implante dentário?

4 minutos para ler

Quem perdeu algum dente sabe o incômodo que é olhar no espelho e ter de lidar com isso. Aliás, problemas na dentição afetam até mesmo as nossas relações pessoais e profissionais. Por esse motivo, muita gente procura o consultório odontológico em busca de uma solução. Mas o receio é: e se houver rejeição de implante dentário?

Você também tem essa dúvida? Se sim, o primeiro conselho é agendar consulta com um dentista de confiança para uma avaliação. Afinal, esse profissional poderá examinar a sua arcada para verificar se o implante é o procedimento mais indicado. Assim, será possível entender melhor como funciona a técnica e se sentir mais tranquilo para realizá-la, se for o caso.

Neste post, vamos mostrar o que é implante dentário, qual a sua importância e se existe a chance de alguma rejeição ao passar pelo procedimento. Acompanhe!

O que é implante dentário e qual a sua importância?

O implante dentário é uma estrutura inserida na arcada para substituir a dentição perdida. Um pino feito de titânio é colocado no osso maxilar e sobre ele é introduzido o dente novo (prótese). Seguro, eficiente e simples, tal procedimento é feito em algumas etapas por profissional especializado.

Esse tipo de técnica é recomendado para pessoas que perderam dentes por razões diversas, como doenças bucais, idade avançada e acidentes. Porém, é preciso passar antes por uma consulta com o dentista para que ele avalie se a estrutura óssea do paciente é forte o suficiente para a colocação do pino.

Com a prótese, o espaço decorrente da falta de dente é preenchido. Isso evita problemas dentários em geral e até mesmo na mastigação. Vale destacar que o material utilizado é bastante parecido com a dentição real. Logo, o ganho estético é enorme, o que propicia ao paciente mais autoconfiança, além do aumento da qualidade de vida.

Há rejeição de implante nos dentes?

Algumas pessoas têm receio de fazer implante dentário por acreditar que se trata de um procedimento complicado e agressivo. Como qualquer cirurgia, ele exige cuidados. Porém, a técnica é avançada e segura, e os ganhos são grandes, tanto para a saúde física como emocional. Portanto, não há o que temer.

Outra preocupação de pacientes que chegam ao consultório é sobre a possibilidade de rejeição de implante. Com a evolução da odontologia, podemos dizer que ela é praticamente nula. Isso porque o material utilizado no procedimento — em geral, o titânio — é biocompatível. Inclusive, é o mesmo empregado na ortopedia.

Durante o processo, ocorre o que os especialistas chamam de osseointegração, que nada mais é que a união da estrutura óssea com o dispositivo implantado. Antes disso, porém, é preciso ter em mente que determinadas complicações podem surgir, tais como inflamação e dores. Daí a importância de seguir as recomendações médicas.

Alguns cuidados necessários após a colocação do implante dentário são os seguintes:

  • repouso na data da cirurgia;
  • uso de bolsas de gelo para amenizar o inchaço;
  • ingestão de alimentos líquidos e pastosos nos primeiros dias após o procedimento;
  • higienização bucal adequada (opte por uma escova de cerdas macias e não se esqueça do fio dental);
  • uso de medicamentos prescritos pelo dentista;
  • consultas regulares para monitorar a eficácia do procedimento.

Viu por que a rejeição de implante dentário é bastante improvável? Aliás, ela pode até mesmo ser descartada. Só não se esqueça de realizar o procedimento com um especialista que seja autoridade no assunto e atue, de preferência, em um centro odontológico já reconhecido pela qualidade dos serviços prestados. Assim, você terá um sorriso bonito e novo de forma totalmente segura.

Este conteúdo foi útil? Se sim, aproveite a visita e entenda agora como são feitos os implantes dentários sem corte!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário