Devido à rotina corrida, não é incomum que as pessoas façam diversas atividades com pressa, inclusive em relação à alimentação. Às vezes, em cinco minutos ou menos, uma refeição é finalizada. Você se identifica com isso? Então, saiba que fazer a mastigação correta é fundamental para ter mais qualidade de vida e conquistar uma saúde bucal em ótimas condições.

Afinal, mastigar corretamente traz benefícios tanto para os dentes como para o sistema digestivo. Por isso, é importante adotar hábitos que favoreçam essa prática. Quer saber quais são eles? Para isso, continue lendo este artigo. Vamos apresentar a importância da mastigação correta e como implementá-la no dia a dia. Acompanhe!

Por que a mastigação correta é importante?

Como se sabe, a mastigação é a primeira fase da digestão dos alimentos em que os lábios, língua, dentes, saliva e bochechas se unem para triturar a comida e formar o bolo alimentar. Nessa etapa, cada dentição tem uma função importante:

  • incisivos (dentes da frente): cortam os alimentos;
  • pré-molares: trituram a comida;
  • molares (dentes de trás): fragmentam ainda mais as pequenas partículas da refeição.

Ainda que esse processo seja fundamental para a digestão adequada, existem alguns motivos para não realizá-lo corretamente, como a correria do dia a dia, má oclusão, mordida cruzada, Disfunção Temperomadibular (DTM) — articulação da mandíbula e dos músculos ao redor com mobilidade comprometida —, rinite, desvio de septo e sensibilidade.

Isso pode provocar prejuízos como a má digestão, capaz de gerar desconforto após as refeições. Já na mastigação correta, a produção de saliva é mais eficaz, formando um bolo alimentar mais coeso e fácil de ser deglutido.

Ainda, o hábito de mastigar adequadamente beneficia a saciedade. Isso porque a força provocada pela mastigação consegue ativar os ligamentos nas gengivas que enviam informações para o centro de saciedade presente no cérebro. Quando a mastigação é feita de forma muito rápida, a força mastigatória é reduzida, então o estímulo não é enviado a esses receptores.

A mastigação incorreta também pode causar problemas na ATM (articulação temporomandibular), levando à inflamação dela, então a pessoa começa a sentir dores na hora de mastigar e sofrer com incômodos em outras partes, como ouvido, cervical e cabeça.

Como fazer a mastigação correta?

Como você pode perceber, a mastigação incorreta pode provocar prejuízos que afetam o corpo como um todo. Dessa maneira, é importante saber realizá-la adequadamente. Para isso, elaboramos 4 dicas que você deve seguir para mastigar corretamente em todas as refeições. Confira!

Coma devagar

Se você passou a vida toda comendo com pressa, mal sentindo o gosto e a textura da comida, pode ser difícil adotar essa dica. No entanto, é essencial implementá-la, já que esse é o primeiro passo para ter uma mastigação correta.

Afinal, um processo apressado é capaz de dificultar a trituração efetiva dos alimentos, além de provocar dores por sobrecarregar a musculatura facial. É importante destacar ainda que o hábito de comer devagar contribui para uma digestão mais eficaz, pois o suco gástrico é liberado de forma gradual no estômago devido à ingestão gradativa da comida.

Por isso, tente se habituar a fazer as refeições com mais calma e, caso perceba que está agindo com pressa, policie-se nesse sentido. Assim, você consegue aproveitar melhor os nutrientes dos alimentos e evitar o surgimento de dores faciais. Não se esqueça de que o ideal é mastigar 30 vezes a comida antes de engoli-la.

Não coma com um lado só da boca

Ainda que a mastigação seja um processo bem intuitivo, isso não significa que ela é realizada corretamente. Por exemplo, existem pessoas que têm o hábito de mastigar apenas de um lado, o que é uma prática nada recomendada pelos dentistas.

Isso porque a mastigação precisa ser bilateral, ou seja, os dois lados da boca devem ser utilizados. Essa ação possibilita uma melhor trituração dos alimentos e mistura adequada com a saliva, ajudando no processo digestivo.

Dessa forma, perceba em qual lado da boca você está mastigando durante a refeição e, na próxima garfada, coloque a outra porção do outro lado. Se preferir, faça a mastigação bilateral simultânea, que é realizada nas duas laterais da boca ao mesmo tempo.

Faça movimentos verticais e circulares

Durante a mastigação, a mandíbula deve contar com movimentos circulares e verticais. Na primeira fase, em que acontece a abertura da boca, com a consequente queda da mandíbula, os músculos levantadores relaxam e os abaixadores se contraem. Depois, a mandíbula fecha com a contração dos músculos levantadores e relaxamento dos abaixadores.

Assim, ocorre o golpe mastigatório, feito por fluxos verticais. Após um certo nível de trituração, começam os movimentos mandibulares circulares. Se você fizer apenas movimentações verticais, a mastigação vai ser interrompida antes que comece a última fase que é a de pulverização dos alimentos, pois ela exige uma dinâmica rotatória.

Não coloque muita comida na boca

Devido à pressa para comer, não é raro que coloquemos uma quantidade exagerada de comida na boca, não é mesmo? Assim, a refeição acaba mais rápido, porém isso é altamente prejudicial para uma mastigação correta.

Afinal, com muita comida, torna-se mais difícil fazer a trituração ideal. Então, o recomendado é adicionar porções pequenas de alimentos na boca, para que assim eles tenham a trituração adequada. Com isso, você inclusive evita engolir partículas mais sólidas capazes de engasgá-lo.

Outro ponto fundamental de mastigar poucos alimentos de cada vez é possibilitar que mais saliva se misture ao bolo alimentar. Isso viabiliza uma digestão ainda mais eficiente e até mesmo rápida por causa da ação das enzimas que existem nessa secreção.

Adotar a mastigação adequada pode não acontecer do dia para a noite, já que nem sempre é fácil mudar hábitos cultivados há anos, mas é fundamental aliar essas dicas progressivamente até que elas se tornem naturais. Com isso, os benefícios chegarão em breve para você, proporcionando ainda mais qualidade de vida e de saúde bucal.

Aliás, é importante lembrar que, se os seus dentes não estiverem em boas condições, dificilmente você poderá ter uma mastigação correta. Por isso, não se esqueça de visitar um profissional qualificado para cuidar da sua saúde bucal frequentemente.

Se você estiver em Goiânia, entre em contato com a Crool e agende uma visita! Tire suas dúvidas sobre como mastigar corretamente e quaisquer outras sobre o universo odontológico.