Saiba como é feito o tratamento odontológico para idosos

4 minutos para ler

Os cuidados com a saúde precisam ser redobrados a partir dos 60 anos. Afinal, o envelhecimento natural do corpo favorece o aparecimento de doenças, sem falar nas necessidades particulares que chegam com a terceira idade. Sendo assim, o tratamento odontológico para idosos deve levar em conta fatores como esses.

Para suprir com excelência as demandas desse público, o dentista precisa conhecer essas necessidades (dificuldade para ouvir, por exemplo) e adequar seu trabalho a elas. É fundamental um olhar mais humanizado para com essas pessoas, pois só dessa maneira o atendimento será pleno.

Se você se interessa por esse assunto, continue a leitura e entenda sobre a especialidade de odontogeriatria, sua importância e o que levar em consideração em um tratamento odontológico para idosos!

O que é odontogeriatria e qual a sua importância?

A odontogeriatria é o ramo da odontologia dedicado aos tratamentos odontológicos para os idosos. Ela é de suma importância diante das necessidades fisiológicas, patológicas e psicológicas particulares desse público. Diabetes e hipertensão arterial, por exemplo, são doenças comuns na terceira idade que podem afetar a saúde bucal se não forem tratadas.

Falando especificamente sobre a boca, os quadros que mais acometem os idosos são:

  • redução da produção de saliva devido ao uso de medicamentos, favorecendo problemas bucais como mucosites (inflamações na mucosa) e aftas;
  • dentes mais escuros e sensíveis por causa do desgaste dos tecidos e da concentração de minerais na região;
  • mucosas sensíveis e finas, o que pode gerar lesões e traumas durante os tratamentos odontológicos;
  • retração da gengiva por falta de higiene, perda de dentes, movimentação dentária ou traumas decorrentes de problemas oclusais.

Logo, o odontogeriatra precisa ter um cuidado extra para que os procedimentos sejam menos invasivos e proporcionem uma recuperação mais rápida e tranquila.

Como deve ser o tratamento odontológico para idosos?

Abaixo, damos algumas dicas importantes para você observar ao buscar um dentista especializado no tratamento odontológico para idosos. Confira!

Ter sensibilidade ao atender o idoso

O profissional deve olhar nos olhos do idoso e entender que ele precisa de atenção para que uma relação de confiança seja estabelecida. É importante conversar antes, durante e após o procedimento para compreender necessidades, medos e desconfortos. Assim, será mais fácil alcançar bons resultados ao tratar a saúde bucal desses pacientes.

Ser claro ao explicar procedimentos

Clareza para explicar os procedimentos e tirar as dúvidas do idoso é outro ponto-chave para qualquer odontogeriatra. Esse profissional deve esclarecer tudo com calma e, se necessário, repetir o que foi dito de outra forma, mais palpável. Se o paciente tiver dificuldade para ouvir, será preciso falar um pouco mais alto.

Fazer tudo com paciência

A pressa, sem dúvida, é uma das maiores inimigas de qualquer profissional especializado no atendimento aos idosos. Afinal, muitas pessoas na terceira idade têm dificuldade para se comunicar e precisam de mais tempo para compreender o que está sendo feito, além de uma atenção maior. Portanto, o dentista deve ter paciência.

Neste post, você aprendeu como deve ser o tratamento odontológico para idosos e a importância dele. Por fim, saiba que o CROOL oferece a especialidade de odontogeriatria, inclusive disponibilizando atendimento domiciliar aos pacientes com dificuldade de locomoção. Se precisar dos nossos serviços, conte conosco!

Deseja cuidar da saúde bucal da sua família com responsabilidade e segurança? Então, entre em contato com o CROOL agora mesmo!

Posts relacionados

Deixe um comentário